casa rural alentejana

casa rural alentejana
casa rural alentejana de Beatriz Lamas Oliveira

domingo, 24 de novembro de 2013

Da oliveira ao prato

Tudo começou quando um dia "os carros" estacionaram todos junto ao muro para ver o que se passava do outro lado.
Alguns dos nossos vizinhos estavam em cima de escadotes e escadas a apanhar azeitonas.
Fomos ajudar a apanhar as azeitonas que estavam no chão, em cima dum plástico.
Era preciso muito cuidado para não pisarmos as azeitonas.
Apanhámos estas todas:
A avó da Mariana veio ensinar-nos o que era preciso fazer, para podermos comer as azeitonas. Primeiro "retalhar", que é cortar uns bocadinhos nas azeitonas, e depois deixá-las dentro de água com sal. Todos os dias temos de mudar a água das azeitonas.
Cumprimos com esta tarefa diária, e passados 12 dias as azeitonas já não estavam azedas e a água estava limpinha. Então pedimos ajuda outra vez à avó da Mariana para as  temperar.
Oregãos, folha de louro, casca de laranja e sal. Agora é esperar umas horas, pôr água e amanhã já podemos provar.
O almoço era peixe e batatas (mesmo a calhar para as nossas azeitonas).
Obrigada avó da Mariana!
Jardim de Infância da Afeiteira

1 comentário:

  1. Que experiência tão interessante! É muito importante dar valor à "curiosidade de criança" em relação ao que nos rodeia para nunca deixar de aprender ao longo da vida!

    ResponderEliminar